• Logomarca Governo do Estado do RN
  • Governo do Estado do RN
  • Jul 18 2018 10:27AM

NOTCIA

Formulrios para notificao eletrnica imediata

SESAP/TI04 Jul 2018 10:09

SESAP/TI

Nos últimos anos, a ocorrência de epidemias e pandemias por doenças emergentes ou reemergentes, remeteu a necessidade da comunidade internacional aprimorar os serviços de vigilância em saúde. Em julho de 2005, foi instituído o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde – CIEVS, com a finalidade de fomentar a captação de notificações, manejo e análise de dados e informações estratégicas relevantes à prática da vigilância.

A partir da proposta nacional, a Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte – SESAP-RN, instituiu uma unidade descentralizada, passando a ser chamada de Unidade de Resposta Rápida – URR.

Para implantação da URR, foi elaborado um projeto, referendado na Comissão Intergestores Bipartite - CIB, culminando com a criação da Portaria nº 38/2007- GS/SESAP, de 02 de março de 2007, que institui a URR, definindo as suas competências, coordenação e inserção, estrutura (física, equipamentos e recursos humanos). Elaborados materiais para divulgação e distribuição às unidades de saúde do Estado e Secretarias Municipais. Partes dos equipamentos foram doados pela SVS/MS e os demais pela SESAP/RN.

A URR foi inaugurada em 10 de julho de 2007, com presença das autoridades estaduais e ministeriais, através de vídeoconferência com o Ministro da Saúde. Em 2011 a URR passou a se chamar Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Rio Grande do Norte – CIEVS/RN.

Notificação

O que notificar: 

A notificação compulsória Imediata, consiste na comunicação às Secretarias Estaduais (SES) e Municipais de Saúde (SMS) em, no máximo, 24 (vinte e quatro) horas a partir da ocorrência ou suspeita inicial de: Casos individuais, agregados de casos ou surtos, suspeitos ou confirmados (de acordo com a Portaria de Consolidação Nº 04, de 03/10/2017.), óbitos de mulheres em idade fértil (10 a 49 anos Portaria 1119/2008) e óbitos fetais ou infantis (menores de 1 ano Portaria 72/2010), por qualquer causa.

A notificação deve ser feita por profissionais de saúde ou qualquer cidadão, visando à adoção das medidas de controle pertinentes. Além disso, alguns eventos ambientais e doença ou morte de determinados animais também se tornaram de notificação obrigatória. 

Onde Notificar

A notificação imediata para o Estado do Rio Grande do Norte poderá ser feita por um dos seguintes meios de comunicação:

 

PAINEL DE MONITORAMENTO

O CIEVS Também disponibliza os seguintes documentos para consulta





Notcias do RN